Mini-Cursos

 

Minicurso 1: Métodos modernos de triagem de fármacos na química medicinal

Prof. Dr. Floriano Paes Silva Junior – IOC/Fiocruz (e-mail: floriano@ioc.fiocruz.br)

Prof. Dr. Rafael Ferreira Dantas – IOC/Fiocruz (e-mail: rafael.dantas@ioc.fiocruz.br)

Nesse curso abordaremos a descoberta e desenvolvimento de Fármacos através de duas abordagens já bem estabelecidas na indústria farmacêutica. Após uma breve introdução, serão apresentados os fundamentos e discutidos os principais aspectos para a realização de FBDD e HTS/HCS. Espera-se que os alunos adquiram uma visão crítica de como aplicar as abordagens em diferentes projetos de desenvolvimento de fármacos.

 

Programa do minicurso (conciso):

Dia 1: Triagem em Alta Vazão (HTS)

  • Descoberta de fármacos
  • Triagem de Alta Vazão
  • Bibliotecas de compostos
  • Ensaio (desenvolvimento, validação, miniaturização)
  • Ensaios moleculares (alvo) x fenotípicos
  • Exemplos de trabalhos com HTS

Dia 2: Triagem de Alto Conteúdo (HCS)

  • O que significa HCS?
  • HCS x HTS
  • Sistemas de HCS
  • Fatores importantes para a realização de um ensaio de HCS
  • Análise de imagens
  • Ensaios fenotípicos e HCS

Dia 3: Descoberta de Fármacos Baseada em Fragmentos (FBDD)

  • Histórico e conceito
  • FBDD x HTS
  • Planejamento de Bibliotecas de fragmentos
  • hot-spots, drogabilidade e ligandabilidade
  • Detectando a ligação de fragmentos
  • Estratégias de planejamento baseado em fragmentos
  • Estudo de casos

 

Minicurso 2: O áudio e o visual no ensino de química: visões semióticas sobre as formas de uso.

Prof. Dr. Waldmir Nascimento Araújo Neto – IQ/UFRJ (e-mail: waldmir@iq.ufrj.br)

O Curso tem como objetivo explorar o uso de ferramentas de áudio, imagem e audiovisual no ensino de química. A fonte teórica usada para as propostas de prática de ensino é a Semiótica.

No primeiro dia serão apresentados aspectos teóricos da semiótica que fundamentam as propostas de ação, a prtir de uma avaliação tipificadora de matriz Peirciana (Charles Sanders Peirce), das diferentes unidades sígnicas, em termos de suas semioses, nesses modos semióticos. As tricotomias de Peirce, primeiridade, secundidade e terceiridade. Relações signo-objeto e signo-interpretante. O papel do Professor na ação sígnica em sala de aula. Alteridade, incompletude e autonomia.

No segundo dia serão apresentados exemplos de ferramentas de áudio, produção e recepção. Podcasting. O Almanaque Sonoro da Química. Também falaremos no segundo dia da imagem estática, produção e recepção. Fotografia, iconografia e a metodologia PhotoVoice.

No terceiro dia trataremos da imagem em movimento, cinema, história e processos contemporâneos. A natureza epistemológica das séries. Ideologia Maker. A Critica Genética de Cecília Salles. Netflix e recepção distribuída na contemporaneidade líquida. Ao final, retornamos ao cinema com um manifesto: “Cinema ainda hoje”. A metodologia do curso é ancorada em “experiências de roda” buscando tanto pontes e parcerias de trabalho, quanto um mapeamento das possibilidades desses modos semióticos nos espaços de trabalho dos participantes.

 

Minicurso 3: Físico-química de Cosméticos

Profa. Dra. Ana Maria Percebom – PUC-Rio (e-mail: apercebom@puc-rio.br)

 

Este curso mostrará aos alunos o papel dos surfactantes em formulações de cosméticos e produtos de higiene pessoal (dentre eles: xampu, condicionador, sabonete, espuma de barbear, hidratante, desodorante, pasta de dente, enxaguante bucal, mousse de cabelo, spray, maquiagem, etc.), qual a estrutura coloidal resultante e como ela está correlacionada com as propriedades físico-químicas e sensoriais do produto final. Os principais tópicos e questionamentos a serem abordados são:

• Tensão superficial e coloides – Por que são tão importantes na formulação de cosméticos?
• Surfactantes – O que são e como atuam as moléculas mais importantes em cosméticos e produtos de higiene pessoal?
• Classificação de surfactantes – Como selecionar o tipo de surfactante adequado para diferentes classes de produtos?
• Rótulos de cosméticos – Como identificar os ingredientes e quais são mais importantes?
•Classificação dos cosméticos de acordo com sua estrutura coloidal (micelas, emulsões, espumas, suspensões, géis, sóis, aerossóis) – O que são estas estruturas e em quais produtos estão presentes?
• Técnicas de caracterização – como observar e identificar a estrutura coloidal e correlacionar com as propriedades finais do cosmético?